Monday, July 24, 2017

Notas às Opiniões de Gentil Martins



- Como é que vê a hipótese de um homem solteiro ter filhos recorrendo a uma barriga de aluguer, como alegadamente foi o caso de Cristiano Ronaldo?
- Considero um crime grave. É degradante, uma tristeza. O Ronaldo é um excelente atleta, tem imenso mérito, mas é um estupor moral, não pode ser exemplo para ninguém. Toda a criança tem direito a ter mãe. Mais: penso que uma das grandes culpadas disto é a mãe dele. Aquela senhora não lhe deu educação nenhuma.

Gentil Martins acha que todas as crianças precisam de pais e mães. Todas as que não têm um deles ou têm excesso de um estão desgraçadas. TODAS. Nem quero imaginar a sua intolerância para com órfãos. 

- Duas pessoas do mesmo sexo não podem amar-se?

- Ouçam, é uma coisa simples: o mundo tinha acabado. Para que o mundo exista tem de haver homens e mulheres. 

Gentil Martins diz que o planeta Terra só existe se houver homens e mulheres. É a reprodução humana que faz o mundo rodar. Os homossexuais fazem o mundo plano. Não há mundo sem humanos.

- Sou totalmente contra o aborto. É muito curioso dizer-se que não se sabe quando começa a vida humana. É tão simples como ter uma célula masculina e uma feminina que se juntam, ficam com todos os cromossomas, e aquela celulazinha já tem a cor dos olhos e do cabelo, a estatura, está lá tudo...
- Não admite nenhuma exceção?
- Nenhuma. Defendo a evolução natural: nascemos e morremos.
- Notabilizou-se a separar casos de siameses, que hoje são raríssimos.
- Já não existem na Europa, abortam todos. Só vêm do Bangladesh, da África do Sul, da Índia... Nos sítios onde há ecografia pré-natal abortam.

Gentil Martins não se apercebe de que ser contra o aborto, sem excepções, e neutral em relação ao aborto de gémeos siameses é contraditório. Também diz que é católico praticante porque vai à missa aos domingos. Praticar o catolicismo é ir à missa e está despachado.


- Uma pessoa não deve ter direito a decidir o fim da sua vida quando está em sofrimento?
- Acho que não. Podem dizer que é por eu ser católico, mas não é por isso. A nossa Constituição, que não é propriamente católica, diz que a vida é inviolável.


Gentil Martins é contra a eutanásia, não por ser católico, que é porque vai à missa, mas porque a lei a isso o obriga. Se a lei mudar, toca a matar.

- Acredita que há algo para lá desta vida? Confessou que achava que iria passar algum tempo no purgatório.
- Isso com certeza. Um Deus bondoso não deixa ninguém ir para o inferno, mas o purgatório é absolutamente essencial, porque fizemos disparates e coisas más. É correto ser punido pelo que se fez de mal.
- Esse é um pensamento pouco científico.
- Conseguem explicar como é que uma celulazinha já tem a cor dos olhos, do cabelo, a estatura? Como é que apareceu? Tem de haver uma origem, alguma coisa além disto e que não consigo compreender.

O que Gentil Martins compreende, trata com medicina. O que não compreende, é divino. Deus não contou tudo aos médicos e a ciência não conta. 

Quanto a Ronaldo não ser exemplo, referia-me exclusivamente à escolha por ”Barrigas de Aluguer”, permitidas por lei, mas das quais discordo totalmente, quer como Pediatra quer como Ser Humano.

Gentil Martins defende-se com a Constituição para ser contra a eutanásia, mas a lei que permite as barrigas de aluguer é lei menor, não é preciso concordar com ela. 

http://expresso.sapo.pt/sociedade/2017-07-22-Leia-aqui-na-integra-a-controversa-entrevista-a-Gentil-Martins.-E-o-seu-pedido-de-desculpa-a-mae-de-Cristiano

Tuesday, July 11, 2017

noivas

Há uns anos atrás, estava um colega de trabalho a mostrar fotos das férias e a falar do seu noivado e perguntei-lhe se tinha uma foto da noiva. Mostrou-me uma foto dele com uma mulher demasiado bonita para ele, o que me levou a carregar a sobrancelha e ele a revelar que tinha tido de pedi-la três vezes antes dela aceitar. Hoje vi uma foto dele no Facebook, espreitei mais algumas e pude concluir pelo timestamp que ele casou com uma mulher muito mais feia do que aquela que me mostrou e, a menos que tenha saltado de um noivado para outro, a "noiva" da foto era uma das damas de honor.

Total Pageviews

There was an error in this gadget

Followers

Blog Archive